MOTOR

Ayrton Senna: Uma homenagem do History ao maior de todos os Brasileiros

Por: HISTORY Latinoamérica

Para muitos, parece que foi ontem. Às vezes, é até difícil de acreditar que um dos maiores ídolos do Brasil já se foi faz 20 anos. Sim, o tempo pode ter passado, mas a lembrança de Ayrton Senna ainda é forte na cabeça de muitos dos milhões de fãs do piloto. Era em um dia como este que ele nos deixava. Em um feriado do dia do trabalhador, um primeiro de maio, do ano de 1994, após um acidente fatal.

 

Foi na curva Tamburello, no circuito de Ímola - Itália, em seu terceiro GP daquela temporada. Algo muito intrigante precedia o Grande Prêmio. Em uma última entrevista antes de morrer, o tricampeão se mostrava muito angustiado, pois antes da fatídica tarde de seu acidente declarava sua preocupação em relação às medidas de segurança adotadas pela F1.

 

"O pitlane é muito estreito e haverá muitos pilotos lá. Vai ser muito, muito perigoso. Já falamos disso hoje e estamos pensando em pedir aos responsáveis da FIA para introduzirem um limite de velocidade no pitlane".

Senna, sobre o circuito de Mônaco, que aconteceria duas semanas da prova de Ímola na Itália, onde veio a falecer.

 

Infelizmente, Senna não viveu para ver qualquer tipo de mudança.

 

Considerado um dos melhores pilotos de toda a história, Senna também tinha um forte carisma fora das pistas por conta de sua atitude corajosa, vencedora, seu espírito solidário, além de ser um lutador incansável, que insistia em plantar as sementes da ética no terreno espinhoso da Fórmula-1. É, talvez não se façam mais pilotos como antigamente.

 

Ídolo dentro e fora das pistas

 

Nessa época, o Brasil não se encontrava na melhor situação em relação à política e economia. O futebol brasileiro também não passava por bons momentos e a autoestima do brasileiro seguia o mesmo rumo. Apesar disso, Senna presenteava o país com vitórias e alegrias nos dias de domingo. Dizem que Senna era a "válvula de escape" para a nação. Diante de um momento de poucas glórias, o tricampeão sempre se destacava, e mostrava para o povo brasileiro a força da vitória, da coragem e da esperança.

 

Até depois de sua morte, Senna continuou dando exemplos. No seu carro, no dia do acidente, foi encontrada uma bandeira austríaca que, em caso de uma vitória, Senna planejava levantar em homenagem ao austríaco Roland Ratzenberger, morto um dia antes no mesmo circuito. A morte do brasileiro, aos 34 anos, também não foi em vão: a partir de então, mudanças começaram a ser praticadas no que diz respeito à segurança na Fórmula-1. Desde então, não aconteceram mais mortes de pilotos.

 

Obviamente, Senna deixou um legado muito maior do que a segurança na F-1. Fora os seus três títulos mundiais e números impressionantes na carreira, o tempo não impediu que o piloto deixasse de ser lembrado com idolatria. Sua persistência, garra e vontade de vencer, certamente, são suas maiores heranças.

 

Confira abaixo vídeos e imagens da vida de Ayrton

Senna para no meio da pista para ajudar seu companheiro, após um acidente

 

Corridas, ultrapassagens, imagens dos boxes

 

Uma mensagem de Ayrton para o Mundo

 

 

 

Imagem: Instituto Ayrton Sennaderivative work: Karpouzi [CC BY 2.0], via Wikimedia Commons