MOTOR

Mustang Shelby: a história de uma paixão

A paixão entre o homem e a máquina é antiga, especialmente quando há a opção de pisar fundo e acelerar a máquina com todo o gosto. E o Mustang Shelby é uma das máquinas mais famosas e apaixonantes de todos os tempos. Apesar de ter sido fabricado somente entre 1965 e 1970, o Shelby teve tantos devotos quanto uma estrela de Hollywood.

 

Em 2007, a Ford lançou uma linha baseada no clássico modelo. Já os originais de verdade, quando leiloados, são disputados por colecionadores dispostos a pagar até US$ 1,3 milhão, valor alcançado por um GT500 de 1967 em uma venda recente.

 

O Shelby nasceu como uma iniciativa da Ford em reinventar o clássico Mustang para competir com o Dodge Challenger e o Chevrolet Camaro. Os diretores da empresa pediram ajuda de Carroll Shelby, o ex-piloto texano. O trabalho conjunto resultou em um protótipo do carro espetacular que debutou nas pistas em janeiro de 1965. O Shelby GT 350 obteve o primeiro prêmio durante uma corrida em Green Valley, no Texas, um mês após sua estreia.

 

Em novembro de 1966, a Ford lançou o Shelby GT500 que, com o passar dos anos, se transformaria em um dos carros mais clássicos da indústria automobilística norte-americana. Apesar do sucesso absoluto nos seus anos de largada, a venda dos Ford-Shelby começou a decair pouco tempo depois. A fabricação do modelo foi interrompida em fevereiro de 1970. Era o fim da parceria entre a Ford e Carroll Shelby.

 

Fonte: ehowenespanol.com